CMI



WORKSHOP “O ENSINO COLETIVO HETEROGÊNEO E SIMULTÂNEO DOS INSTRUMENTOS DE CORDAS

WORKSHOP “O ENSINO COLETIVO HETEROGÊNEO E SIMULTÂNEO DOS INSTRUMENTOS DE CORDAS (VIOLINO, VIOLA, VIOLONCELO E CONTRABAIXO)”
 
 
De:  03 a 07/07/2017 
Inscrição  de 29/06 a 30/06 até as 12:00hs por e-mail: cmi@musica.ufmg.br
Vagas Limitas a 35 participantes.
 
Sua vaga só será confirmada após recebimento do e-mail resposta.
 
Os e-mails de inscrição deverá conter:
 
Nome completo
Telefone
email
CPF
DAta de Nascimento
Assunto:  Workshop o ensino coletivo heterogêneo e simultâneo das instrumentos de cordas
 
 
 
 
 
 
Este workshop é desenhado especialmente para professores que tencionam utilizar metodologias de ensino coletivo heterogêneo e simultâneo aplicado aos instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo).
É voltado para iniciantes e especialistas no assunto e aborda as principais questões metodológicas, filosóficas e pedagógicas que permeiam esta técnica de ensino. É um curso essencialmente prático no qual os professores poderão observar o processo de ensino e também praticar as técnicas mostradas no laboratório musical formado pelas participantes. Os assuntos abordados incluirão: as fases iniciais do processo de ensino partindo do ponto onde os alunos possuem conhecimento zero indo até o fim do primeiro ano de estudo, e ainda, o desenvolvimento de habilidades técnicas instrumentais progressivas (mudança de posição e posições fixas diversas, vibrato, divisão de arco e movimentos básicos do braço direito e golpes de arco: detaché, martelé, spiccato e soutillé, desenvolvimento da qualidade da produção do som e técnicas coletivas de afinação)
 
 
 

CURSO DE REGÊNCIA ORQUESTRAL PARA INICIANTES

Horário:  13:00 às 15:00hs 

Local:  CMI

Livro de ensino Labuta, Joseph. Técnicas de regência Básicas. 5º Ed.

Repertório: Beethoven – Sinfonia no. 1

Materiais: Batuta e dispositivo para gravação de audio-vídeo

OBJETIVO DE CURSO:

RACIONAL: "TODA A REGÊNCIA É PREPARAÇÃO"

Este curso é projetado para ajudar os participantes a iniciar o desenvolvimento da técnica de regência através de preparação gestual e eficiência geral no pódio através da experiência coletiva usando um conjunto musical como laboratório.

Pré-requisitos

• Batuta e os instrumentos de cada aluno serão exigidos em todas as aulas.

• Os alunos se revezarão a frente do grupo musical para praticar as diversas passagens musicais selecionadas para este curso.

• Solfejo melódico com som real será estimulado para uma melhor compreensão da partitura.

CONCEITOS BÁSICOS DA REGÊNCIA ORQUESTRAL

  1. Presença física no Pódio
  2. Função das juntas (O vôo da águia)
  3. Seleção de batutas e empunhadura
    1. Padrões gestuais
    2. Organização do direcionamento gestual (básico e multimétrico)
  4. Movendo através do espaço (em diversas velocidades)
    1. Linhas curvas – ponto de equilíbrio (predicabilidade)
    2. Linhas retas: sincopes – acentos – staccato
  5. Movendo além dos padrões regências
    1. Padrões de regência (moldando a melodia)
    2. Uso de movimentos horizontais (cintura, peito, ombros)
  6. Divisão de responsabilidades no gestoGesto preparatório – tempo, dinâmica, articulação e estilo
    1. Mão direita (tempo, fraseado)
    2. Mão esquerda (entradas, embelezamento)
  7. Fermata – preparação e corte
  8. EXERCÍCIOS MÉTRICOS
  9. Dinâmicas
 
 
Professor:
 
Prof Doutor ENALDO OLIVEIRA
Doutor em Regência de Orquestra
Universidade de Iowa (USA)
Mestre em Ensino Coletivo de Cordas
Universidade de São Paulo
Bacharel em Violino
Faculdade Santa Marcelina
 
Além de sua carreira como maestro, Enaldo Oliveira se destaca no cenário Brasileiro como uma das maiores referências em Ensino Coletivo de Cordas. Sua dissertação de Mestrado “O Ensino Coletivo dos Instrumentos de Cordas: Reflexão e Prática” é uma das principais fontes bibliográficas do assunto no Brasil tendo sido citada por inúmeros outros trabalhos na área. Na Universidade de Wisconsin-La Crosse, sua principal função era preparar alunos daquela universidade para atuarem como professores de orquestras nas escolas americanas. Atuou intensamente como clinician para mais de 20 orquestras escolares, juvenis e de festivais nos estados de Iowa, Wisconsin, Minnesota e Illinois. Atualmente é Maestro da Camerata UTFPR da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, onde neste instituição criou o Workshop Internacional de Aprendizado Coletivo de Cordas (WINACC).

 

Prof. Dr. Enaldo Oliveira

Maestro e Diretor Artístico – Camerata UTFPR

UTFPR – Campus Curitiba

D.M.A. – University of Iowa

adorno2

Campus Pampulha - Av. Antônio Carlos, 6627
Cep:31270 - 010 - Belo Horizonte - MG
Telefone - Secretaria: (31) 3409.4703 / 3409.6503

mapa